Quinta da Casaboa lança vinho Anfíbio

A Quinta da Casaboa, fiel ao seu posicionamento - vinhos positivamente inesperados - decidiu apostar numa nova experiência, de forma a surpreender o consumidor.


Em Outubro de 2021 lançou o primeiro vinho de Lisboa envelhecido no mar e deu-lhe o nome Anfíbio.


O projecto nasce da paixão pelo mar de Pedro Pessanha e da paixão pelo mundo do vinho de Joana Paes, sua mulher. A Joana lidera os destinos da Quinta da Casaboa, situada em Runa, Torres Vedras. Trata-se de um negócio familiar que já vai na terceira geração.


Juntaram-se os interesses e em 2019 fizeram os primeiros ensaios, com variados lotes de tinto, a diferentes profundidades e tempos de estágio. Posteriormente, reuniram um painel de provadores, entre os quais a enóloga, a produtora, enófilos e representantes do consumidor donde elegeram o lote que apresentava resultados mais surpreendentes. Em Novembro de 2020 imergiram 250 garrafas e no Verão de 2021 foram retiradas do fundo do mar, onde permaneceram 8 meses a 10 metros de profundidade na nossa costa atlântica.


 


Trata-se de uma edição limitada, colheita de 2017, composta pelas castas Touriga Nacional, Tinta Roriz e Alicante Bouschet, que antes de chegar ao mar estagiou 4 meses em barricas, em terra firme.


O design da garrafa foi totalmente concebido pela natureza, e o vidro traz consigo as evidências do efeito do mar, fazendo com que não hajam 2 garrafas iguais.


2 visualizações

Posts recentes

Ver tudo